História para Ioio dormir


  O Ioio, o mais novo, ainda resistia. O pequeno omadê ainda queria brincar. Gritar. Bater nos pretinhos.Quinemaminhamãe!!   Paciente, como o chicote manda, Núbia veio devagarinho. Com a autoridade de ama-de-leite dele, pegou pelo mão. Ele mordeu.   — Vou contá uma história, vem.   O mais velho foi correndo. O Ioio puxou pelo…

Ogun


  Luiz estava cansando da vida. Surrado de ser capitão-do-mato. Carcomido. Tendo momentos até que sentia pena quando tinha que degolar um preto safado! Ele sabia de tudo: como o negro tentava se embrenhar no mato ou se misturar com os da cidade. Não querer falar quem era o seu dono. Tudo isto era fácil para…

ALUGA-SE PRETA COZINHEIRA


“Ifigênia, 20 anos, de cor negra, natural de Minas Gerais, pés pequenos, pernas muito arcadas, finas nádegas murchas, boca desdentada na frente, cabelo carapinha cortado meia cabeleira e lábios muito grossos. Gosta de lidar com animais, com galinhas, espingarda e caçar. Falante e boa contadora de história para as crianças. Prendada na cozinha, copa e…

Maria da Esperança


Por um instante, Maria da Esperança, Maria da Fé e Maria da Caridade, se observaram. Enfeites. Bonitas do jeito de cada uma. Festa do Espírito Santo. Gente para baixo e para cima Tentando se enamorar. Cobiçando. A maior aglomeração era para a Corrida dos Touros. Gritavam quando atestavam que um dos brutos estava excitado. Babava…

Maria da Fé


Para a negrada, a menina da Fé brincava muito sozinha. Balançava. Gritava sempre só. Para Da Fé, Cosme, Yori e Damião eram os melhores companheiros. Cosme gostava de frutas, nadar e rir quando da Fé empurrava os outros. Yori chorava à toa, pegava as frutas mais altas e gargalhava quando da Fé respondia para os…